segunda-feira, 21 de setembro de 2009

Dentro e Fora - Luan Jessan.

Por fora
tenho tantos anos
que você nem acredita.
Por dentro, doze ou menos,
e me acho mais bonita.
Por fora, óculos;
algumas rugas,
gordurinhas,
prata nos tintos cabelos.
Por dentro sou dourada,
Alma imaculada,
corpo de modelo.
Por fora, em aluviões,
batem paixões contra o peito.

Paixões por versos, pinturas,
filosofia e amigos sem despeito.
Por dentro, sei me cuidar,
vivo a brincar, meio sem jeito.
Não me derrota a tristeza;
não me oprime a saudade;
não me demoro padecente.
E é por viver contente
que concluo sem demora:
é a menina
que vive por dentro,
que alegra
a mulher de fora!

25 comentários:

Rione disse...

Há muito tempo não vejo um poema que tivesse me tocado tanto ! Maravilhoso !!!Tenho 65 anos e uma neta muito esperta que descobriu que eu não cresci e agora vejo a resposta bem aqui !!! Não serei modesta : essa mulher sou eu .Obrigada por traduzir meu coração , Lessan. Rione Sant`Ana Carvalho-Três Corações-MG

Carlos Maia disse...

Rione, eu gostaria muito de nessa hora ser Lessan para poder lhe responder à altura do seu comentário, mas apenas sou um poeta marginal Recifense.
Comentários como o seu me fazem sentir digno de ser chamado de um ser humano, que foi criado à imagem e semelhança de Deus.
Obrigado!

Rione disse...

Não tem o que agradecer ! Só de criar um espaço como esse para poesia , você já tem as asas , pode voar !Dirigi-me ao Lessan porque recebi um e-mail com o poema e , como viu , fiquei maravilhada e queria uma biografia , que não achei...Mas vi a sua , simples demais para uma sensibilidade tão grande ! Não se defina como marginal ;sem querer estará nos julgando menores ,nós , os emocionados com a beleza .Aceite meu abraço e me permita , por favor , fazer parte dessa turma .Rione

Rita disse...

Obrigado por nos presentear com poesia tao linda. Creio que muitas mulheres se identificaram com ela.Procurei sobre o poeta e acabei em seu blog. Prazer em conhecer.
Um abraço
Rita

Marcia Valéria disse...

Estou Brindando com meu eu desde o momento em me apropriei de cada palavra e sentimento desse poema! Pura magia. Perfeito. Que bom estar viva para ler algo assim!

Unknown disse...

Maravilhosos poema que tão bem nos define .
Nós...mulheres que já atravessaram uma vida ....
Obrigada por nos dignificar com tamanha beleza e plenitude.

Liz Borges disse...

Maravilhosos poema que tão bem nos define .
Nós...mulheres que já atravessaram uma vida ....
Obrigada por nos dignificar com tamanha beleza e plenitude.

Maria Aparecida Gomes de Moura disse...

Luan Jessan é um pseudônimo seu, poeta Carlos Maia?

Maria Aparecida Gomes de Moura disse...

Luan Jessan é um pseudônimo seu, poeta Carlos Maia?

Maria Aparecida Gomes de Moura disse...

Luan Jessan é um pseudônimo seu, poeta Carlos Maia?

Ingrid Ventin disse...

Acho que todas as mulheres qque por fora o tempo levou,se identificaram com este poema!porque nos sentimos uma menina por dentro!nós somos as mulheres da rrevolução! Da mudança de valores.Eu passei o poema dizendo:Sou eu!

Heloiza Lima disse...

Que lindo exatamente, querido Luan somos uma grande menina por dentro e uma grande mulher da revolução por fora! Grata pelas belas palavras!

Inês Martins Diniz Pimenta disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anasoh Andrade disse...

Muito bom saber que mais pessoas se sentem assim. Não estou sozinha!

Unknown disse...

Peço licença à Rione, de Três Corações, para fazer minhas, suas palavras. Há neste poema, alem da beleza estética, do lirismo de seus versos, a essência que toca outra, a alma feminina da menina que vive na mulher. Parabéns ao Lessan. E a você Carlos Maia. Mas, satisfaça nossa curiosidade sadia: Quem é Luan Lessan??? Cristina Suares - Irará - Ba.

BARBARAMARIA (ASB) disse...

É A DEFINIÇÃO MAIS VERDADEIRA QUE GOSTARIA DE EXPRESSAR A MINHA ALMA FEMININA
E VOÇÊ O FEZ MUITO BEM.
MUITO GRATA PELAS SUAS PALAVRAS

Unknown disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Unknown disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Maria Luiza Z. Alcarde disse...

Texto que toca a alma feminina. Seja você, Carlos Maia,Luan Jessan ou não, teve a sensibilidade e não a marginalidade, de publicar e arrancar de mulheres comuns o sentimento de nobreza. Que todas que foram tocadas, sejam eternas meninas em suas essências!

Maria de Campos Lepre disse...

Hoje recebi um de seus poemas através de uma amiga e resolvi pesquisar sobre o autor e fui direcionada para esta sua página. Seu texto tocou bem no fundo de minha alma. Obrigado por me proporcionar momentos sublimes. Parabéns.

Ana Luisa Gonçalves Pereira disse...

Identifiquei-me ... Lindo!!!

Edna Maria Farias disse...

Riana, seus comentários são perfeitos!

MARIZETE PINHEIRO SILVA disse...

Muito lindo e identifica tantas mulheres que como eu, tem prata nos cabelos e gordurinhas extras, mas não deixa de ser feliz! Parabéns ao autor pela extrema sensibilidade.
Peço licença para postar no meu facebook.

Sanny Mazochi disse...

LINDO, LINDO, LINDO!!! DE UMA SENSIBILIDADE ABSURDA!!! AGRADEÇO POR ESTA GENTILEZA COM AS MULHERES... COM CARINHO E ADMIRAÇÃO, SANNY (2017)

Sanny Mazochi disse...

LINDO, LINDO, LINDO!!! DE UMA SENSIBILIDADE ABSURDA!!! AGRADEÇO POR ESTA GENTILEZA COM AS MULHERES... COM CARINHO E ADMIRAÇÃO,
SANNY, DE LAVRAS (MG).