quarta-feira, 11 de fevereiro de 2009

Baruch - Sérgio Leandro.

Trago flores mortas para ti.
Para o teu mundo de lágrimas antigas,
para o teu mundo de novas bandeiras
e exércitos em marcha,
trago novas cantigas,
um cântaro vazio nas mãos e o sonho que não sonhaste.
Depois de tanto,
de tantas noites vazias,
teus olhos tão tristes,
silentes,
profundos,
são duas câmaras sepulcrais
numa manhã de outono.
Leva-me contigo.
Sérgio Leandro
04/02/2009

Um comentário:

josé terra disse...

sou fã de Sérgio Leandro!