terça-feira, 27 de julho de 2010


Procura-se um amigo sozinho
de andar discreto e gesto silencioso.
Procura-se desesperadamente um amigo
que saiba se aproximar de um passarinho.

Rita Apoena
Fonte: http://interludioemflor.blogspot.com/

2 comentários:

Luciana Amâncio disse...

Lindo poema!!!

Poeta Carlos Maia disse...

Obrigado, Lú!
Vi sua foto em Natal!
Ó terra maravilhosa!!!

Deu Saudades...

Bjs!