quarta-feira, 28 de julho de 2010

Senhor, peço humildemente permissão...






Senhor!
Eu, Carlos Maia Assunção, Divorciado,
Ex-Corretor de Imóveis,
Ex-Comerciante,
Ex-Urbanitário,
Ex-Bancário,
portador de transtorno bipolar,
pecador,
alcóolatra em recuperação,
lutando com
TODAS AS MINHAS
FORÇAS,
venho humildemente
pedir permissão
para entrar
no
Santo dos Santos!

Louvado sejas por toda
a eternidade
por tudo que criastes!
Louvado sejas pela dor!
Louvado sejas pela alegria!
Louvado sejas pelo paladar,
olfato, audição, visão,
TATO!
Louvado sejas
principalmente pelo
TATO!
É exatamente isso que a humanidade
perdeu e precisa urgentemente
recuperar!
O TATO!
Perdoa-me por algum excesso,
mas é que eu estou em estado hipomaníaco
e pretendo com todas as minhas forças
passar toda esta noite acordado
tomando café
e
escrevendo no blog!!!

5 comentários:

Tadeu Rocha disse...

Muito pós....pós moderno....e já q meu nobre está no clima....Miqueias 6:8. Abraço

Anônimo disse...

O poema é excelente, bastante significativo valorizando a compreensão do Texto Poético.
Aplausos!
Receba o meu abraço fraterno, Luciane Silva

Poeta Carlos Maia disse...

Grande Tadeu!!!!

Valeu pelo versículo e pelo comentário!!!

Retribuo com Filipenses 4:11-13

Grande Abraço!!!

Poeta Carlos Maia disse...

Cara Luciane:

Pelo seu comentário, deu pra perceber que talvez vc seja professora universitária de literatura, provavelmente com mestrado.

Agradeço pelo seu comentário!

Abraços!

LADY LAZARUS disse...

visceral. comovente. forte.
bjo.